Devocional Diário: João Batista apresenta Jesus

Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos,
e não há verdade em nós. —1 João 1:8

Quando João Batista batizou Jesus, uma voz do céu anunciou “Este é
o meu Filho amado, em quem me comprazo” (Mateus 3:17). Uma pomba
desceu dos céus e pairou sobre a cabeça de Jesus. Foi a forma de Deus revelar
ao mundo que Jesus era o Messias. João foi escolhido para apresentar Jesus
ao mundo. Muitas pessoas no Velho Testamento olharam para o futuro com
fé, esperando o aparecimento do Salvador, mas João foi a pessoa que Deus
chamou para dizer: “Ei-lo aqui!”

A pregação de João no deserto chamou a atenção de uma grande multidão.
A sua mensagem tocou o coração de homens e mulheres. Ele estava
mostrando o caminho certo aos homens, preparando-os para conhecerem
o Senhor. Muitos deles perceberam a condição dos seus corações e confessaram
seus pecados. “E também agora está posto o machado à raiz das
árvores” (Mateus 3:10). A raiz é o coração do homem. A causa original do
pecado é a nossa natureza pecaminosa, que resultou do pecado que Adão
e Eva cometeram no Jardim do Éden.

João Batista apresentou Jesus, dizendo: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira
o pecado do mundo!” (João 1:29). Jesus veio para solucionar o problema
do pecado do nosso coração. Confessar nossos pecados é importante, mas
não é o suficiente. Precisamos confessar nossa natureza pecaminosa para
experimentar vitória sobre o problema do pecado. Confessar que Jesus Cristo
é nosso Salvador é a resposta para nossos problemas com o pecado. Para
nos livrarmos das teias de aranha em nossas vidas, precisamos primeiro
lidar com a aranha que teceu a teia.

Ben J. Coblentz – Millersburg, Ohio, EUA