Devocional Diário: Limpeza de casa

Ora, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia
da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus.
—2 Coríntios 7:1

É provável que o templo do qual lemos na leitura bíblica, construído
com grandes quantidades de prata, ouro e pedras preciosas, era uma construção
impressionante. O bordado no tecido foi uma mistura espetacular de
materiais e cores. Os 46 anos que levaram para construir o templo indicam
que foi, provavelmente, uma das mais finas peças de arte daquele tempo.

O templo era o lugar sagrado para adoração do povo judeu. Era requerido
de todo homem judeu que fosse ao templo oferecer sacrifícios pelo menos
três vezes ao ano, não importava a que distância morasse de lá.

Os vendedores serviam aos viajantes, facilitando a aquisição dos animais
necessários para os sacrifícios. Mas, havia algo muito errado quanto
à sua prática de venda. Jesus disse que não aprovava a prática deles. Eles
talvez estivessem vendendo dentro da área do templo, oferecendo produtos
de qualidade inferior, trabalhando no dia de sábado ou tirando vantagem
dos consumidores.

O templo era dedicado à oração e adoração. Paulo escreveu: “Ou não
sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós,
proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?” (1 Coríntios 6:19).
Nosso corpo humano é uma criação muito maior e mais nobre do que o
templo judeu da antiguidade. É, na verdade, o mais fino trabalho de arte
de toda a criação. Nosso corpo vem de Deus e não nos pertence. Fomos
comprados por um preço. É nossa responsabilidade andar diante do Senhor
com mãos limpas e corações puros.

“De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para
honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a
boa obra” (2 Timóteo 2:21).

Ben J. Coblentz – Millersburg, Ohio, EUA