Dilma Rousseff lamenta morte de Dom Eugenio Sales

Dilma Rousseff lamenta morte de Dom Eugenio SalesNesta terça-feira, 10 de julho, a presidenta Dilma Rousseff emitiu uma nota lamentando a morte do cardeal Dom Eugenio de Araujo Sales, arcebispo emérito do Rio de Janeiro e fundador da Campanha da Fraternidade.

Dom Eugenio morreu, aos 91 anos, no final da noite desta segunda-feira, 09 de julho. Segundo a arquidiocese, o cardeal morreu de infarto em sua residência no bairro do Sumaré, na zona norte do Rio.

Ela afirma que o arcebispo emérito do Rio de Janeiro “deixa seu nome inscrito na história da Igreja Católica pelo relevante papel que desempenhou em toda a sua vida”.

Leia a nota de pesar da Presidente Dilma Rousseff na íntegra:

“O cardeal Dom Eugenio de Araújo Sales, arcebispo emérito do Rio de Janeiro, deixa seu nome inscrito na história da Igreja Católica pelo relevante papel que desempenhou em toda a sua vida. Em sua trajetória, a preocupação social sempre esteve associada ao trabalho eclesiástico, como bem sintetizam as Campanhas da Fraternidade, uma de suas iniciativas, que marcam a ação da igreja em todo o Brasil. Neste momento de pesar, levo minha solidariedade ao povo do Rio de Janeiro e a todos os admiradores, familiares e amigos de D. Eugenio.”

Dilma Rousseff
Presidenta da República Federativa do Brasil

Fonte: Folha de São Paulo