Papa fala sobre o livro do Apocalipse e o poder da oração

Papa fala sobre o livro do Apocalipse e o poder da oração Hoje, 12 de setembro, o Papa Bento XVI realizou uma audiência no Vaticano, explicando à segunda parte do livro do Apocalipse, o último da Bíblia.

Com base na bíblia, Papa aconselha não faltar nas missas de domingo, e que o livro Apocalipse é orientada para a abertura dos cristãos ao mundo.

Depois de explicar sobre o anúncio da última vinda de Cristo apontado no Apocalipse que não se refere apenas ao “fim dos tempos mas também ao presente”, Bento XVI pediu aos católicos para “serem fiéis à Santa Missa” de domingo, dia que é o “verdadeiro centro da semana”.

Bento XVI realçou ainda o poder da oração: “A oração é como uma janela aberta que nos permite ter o olhar dirigido para Deus, não só para recordarmos a meta a que somos direcionados, mas também para deixar que a vontade de Deus ilumine o nosso caminho terreno e nos ajude a vivê-lo com intensidade e empenho”.

A segunda parte do Apocalipse, palavra que no original grego significa “revelação”, apresenta os símbolos do “trono”, que significa o poder de Deus sobre a história, o “livro com os sete selos”, que se refere ao plano divino sobre o ser humano, e o “Cordeiro imolado”, uma alusão a Cristo, explicou em português.

Em italiano, o Papa finalizou agradecendo “o preciso contributo à nova evangelização” prestado pelas ordens dos Franciscanos Capuchichos e do Oratório de São Filipe Néri, reunidas em capítulo geral, termo que designa as suas assembleias magnas.

Fonte:Agencia Ecclesia