Você sabe perdoar?

Você sabe perdoar?Perdoar é terapêutico. Faz bem à alma e à saúde. Qual foi a última vez que você perdoou alguém?

A maioria das dificuldades que enfrentamos diariamente vêm em decorrência da falta do perdão. Seja o perdão a outras pessoas ou o perdão a nós mesmos. Guardar mágoas nos afeta mais do que podemos imaginar. Ainda há duas fortes crenças que são fontes de grande sofrimento e escravidão emocional sobre toda a Terra: a Culpa e o Medo.

No livro o poder terapêutico do perdão, o escritor Ray Pritchard mostra a força libertadora e curativa que o perdão possui, e de que forma ela influencia a pessoa que se dispõe a concedê-lo. O autor reconhece a dificuldade de lidar com o conceito de não retribuir uma ofensa na mesma moeda. Pritchard demonstra que há uma referência na qual podemos nos espelhar: o Supremo Perdoador, o próprio Deus.

Se nossas feridas ainda dóem é porque não houve perdão. E elas vão continuar ali para nos dizer o que precisa ser curado em nós até que tomemos uma atitude.
Quando estamos ligados a alguém pela mágoa e ressentimento, nos amarramos a esta pessoa ou a esse problema enquanto a mágoa existir. Ficamos como que enrolados numa teia de energias e sentimentos ruins. Quando perdoamos, nos libertamos e nos curamos dos males que causam esse círculo.

Existem profissionais da área médica e da psicologia que trabalham especificamente com a chamada Terapia do Perdão, buscando exatamente este resultado. No início do tratamento é comum o surgimento de algumas dúvidas. Alguns acreditam que não podem mais perdoar alguém. Muitas vezes a pessoa envolvida já faleceu ou não se tem mais contato. Entretanto, a simples intenção de perdoar ou de ser perdoado já é suficiente para que a cura aconteça.

Aprenda a perdoar

Dicas simples podem audar quem quer trilhar o caminho do perdão:

1. Permita-se sofrer
Você sabe o quanto dói ser magoada por alguém de quem gosta. Mas o melhor a fazer é lutar contra a raiva. Tire um período para pensar melhor, colocar as idéias em ordem.

2. Lembre-se: todo mundo erra
Entenda que ninguém é perfeito. Muitas pessoas acabam magoando as outras sem terem a menor noção do que estão fazendo. Um jeito eficaz de resolver essa dúvida é repassar todo o acontecido, colocando-se no lugar da pessoa. Tente entender o porquê de ela ter agido daquela maneira.

3. Dê uma segunda chance
Só você pode decidir se a pessoa merece uma segunda chance ou não. Avalie toda a relação. Relembre, também, se essa foi a primeira vez que este tipo de mal-estar aconteceu. Pensar nos momentos bons pelos quais assaram ajuda a amenizar a mágoa.

4. Reaproximação
Se você resolveu conversar e tentar esclarecer a situação, dê ao outro a chance de falar. Ouça com calma e reflita. Perceba se o momento é propício para realmente iniciar uma nova aproximação.

5. Perdoe com o coração
Perdoar da boca para fora é um grande e comum erro. Se você quer reatar um relacionamento e tem dúvidas se realmente consegiu supercar mágoas e angústias, vale esperar um pouco mais. Do contrário, corre-se o risco de toda a raiva que ainda está guardada voltar à tona e prejudicar ainda mais a relação.