Santa Catarina de Gênova

Dia 21 de maio

História: Santa Catarina de Gênova era filha de Vice-reis de Nápoles, a família Fieschi tinham dado à igreja dos papas (Inocêncio IV e Adriano V).

Quando Catarina completou 16 anos de idade, seus pais deram-na como esposa a Juliano Adorno, obstante saberem que ela desejava tornar-se cônega comonusa irmã Limbânia.

Juliano tinha cinco filhos em sua vida imoral e desregrada. Na companhia desse homem, a Catarina de Gênova passou a reduzir tudo ao corpo e sua alma encontrou-se tão cheia de pecados que recorreu a Deus em seus remorsos.

E se reconverteu, renovando sua espiritualidade na mortificação e na caridade. Disse ela: Não existe caminho melhor, nem mais seguro para nossa salvação do que esta nupcial e doce veste da caridade.

Oração da Santa Catarina de Gênova: Senhor, pelos méritos de Santa Catarina de Gênova, concedei-me a graça da oração profunda e a confiança inabalável no Vosso Amor por mim. Santa Catarina de Gênova, rogai por nós.

Devoção: À reconversão

Padroeiro: Dos que deixam a fé

Outros Santos do dia: São Carlos Eugênio de Mazenod (fundador dos Oblatos de Maria Imaculada); Carlos, Valente (bispos); Segundo (presb); Timóteo, Pòlio, Eutíquio (diács); Polieuto, Vitório e Donato, Teopompo e Sinésio, Secundino. Nicostrato e Antíoco (mártires); Gisela (virgens); Hospício, Isidoro, Varão e Teodoro (confs); Paterno, Teobaldo e Torquato (bispos)