Santa Escolástica

Santa_EscolasticaDia 10 de Fevereiro

História: Santa Escolástica era irmã de São Bento, colaborando com este seu irmão na fundação de um ramo de beneditinas (comunidade religiosa). Sentiu-se sempre ligada ao santo irmão pelo ideal de consagração a Deus e por uma comum vocação de fundadores. Bento, de monges, Escolástica, de irmãs, que passaram a ter o nome de beneditinas, ou por ter São Bento codificado os estatutos da Ordem, ou por ter sido ele o seu grande inspirador. Consagrada a Deus desde sua infância costumava visitar o irmão uma vez por ano no mosteiro.

E assim por sua vez São bento procedia e costumava visitar a irmãzinha. Passavam o dia em santos colóquios e louvores ao Senhor. À noite tomavam juntos a refeição. Certa vez Santa Escolástica, vendo o aproximar-se da noite rogou-lhe: ” Não me deixes esta noite, suplico-te! – para que possamos falar a noite toda sobre as alegrias da vida celestial!” E São bento lhe respondeu: “De forma alguma, mina irmã, de forma alguma posso permanecer fora do mosteiro!”.

Quando a religiosa ouviu a negativa do irmão, juntou as mãos sobre a mesa e apoiou a cabeça para rogar a Deus que não o deixasse ir. Naquele momento trovões prenunciaram uma grande tempestade que nem São Bento e os freis que com eles estavam poderiam sair. São Bento então começou a dizer: “Que Deus perdoe você, minha irmã. Que é que você fez?” E ela respondeu: “Pedi ao a você e você não me ouviu; Então pedi ao Senhor e Ele me ouviu”. E assim passaram a noite, conforme Escolástica desejou: em santos colóquios com todos os freis.

Três dias após, estando em oração, São Bento viu a alma de sua irmã subindo ao céu em forma de pomba. Teve tanta certeza de sua partida para a eternidade que pediu que fossem buscar seu corpo para enterrá-lo no próprio túmulo. Não foi por pouco a insistência dessa sua irmã: era uma despedida em que Deus realizava sua santa vontade!

Oração: Ó Deus, Pai de misericórdia, Santa Escolástica mostrou que nossa missão é servir, é carregar os fardos uns dos outros, é promover a harmonia e a paz entre todos os homens. Dá-nos compreender em profundidade esses teus desígnios, para que nos aproximemos de Ti, para que Te reconheçamos nos irmãos e para que Te louvemos e bendigamos sem cessar. Amém.

Devoção: Às conversas teológicas, a São Bento, seu irmão, à santidade.

Padroeiro: Da união entre irmãos

Outros Santos: Zótico, Irireu, Jacinto e Amâncio (mártires); Bruno, Silvano (bispo); Guilherme.

CategoriasSem categoria