São Alexandre Sauli

Dia 11 de outubro

História: De família Genovesa, aos 17 anos entrou para a Congregação dos Barnabitas Professor de Filosofia e Teologia na Universidade de Pavia e grande pregador e apóstolo do confessionário, dirigia espiritualmente comunidades inteiras.

Sabia de cor as Suma Teológica de São Tomás. Aos 31 anos de idade passou a ser superior geral dessa família religiosa.

Nomeado no ano de 1570, pelo Papa São Pio V bispo de Aleria, na Córsega para cooperar na diocese, percebeu que esta se encontrava extremamente decadente, abandonada, sem um capacitado clero, locais de culto decente, enfim, um “rebanho” perdido nas trevas da ignorância e da superstição.

Era uma ilha selvagem e paupérrima, invadida pela malária onde faltava quase tudo. Mas o santo dizia: “Mas ao menos Deus não me faltará”.

À custa de extremados esforços que se prolongaram por 21 anos, conseguiu reformar a diocese inteiramente, transformando-a num modelo de organização e fervor. Nomeado pelo Papa Gregório XIV bispo de Pavia, começou imediatamente a visitação de sua nova diocese, mas faleceu logo após. Sua obra apostólica deixou imensos frutos e recordações. É venerado como o Apóstolo da Córsega.

Oração de São Alexandre Sauli: Deus, nosso Pai, animados pela confiança que depositamos em vós, possamos recobrar nossas forças, nosso entusiasmo, nossa alegria de viver, na certeza de que não estamos órfãos, mas estais conosco amparando-nos nas dificuldades, mostrando o caminho da fraternidade e da paz e espírito. Exorcizai nossos temores, reerguei nossa fronte abatida, sustentai nossa fé, apaziguai nosso interior e fazei ressoar em nossos desaventos vossa Palavra consoladora: “Vinde a mim todos os que estais cansados sob o peso o vosso fardo e eu vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para vossas almas, pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve” (Mt 11,28-35)

Devoção: Ao ensino da Palavra de Deus

Padroeiro: Córsega

Outros Santos do dia: São Geraldo Majela, Nocásio, Germano (bispos) Quirino, Anastácio (presb); Escubílo, Plócido, Gino, Probo e Andrônico, Táraco, Sámanta, Zenaide e Filonila (márts); Venãncio (ab); Sisínio (bispo).