São Francisco Borja

Dia 10 de outubro

História: Pertencia a uma das famílias mais nobres da Espanha. Era duque de Gandia, sobrinho do papa Alexandre VI e do rei católico Fernando II de Aragão e de Castela, exerceu elevadas funções de vice-rei da Catalunha.

Casou-se aos 19 anos de idade e foi pai de oito filhos. Certa vez recebeu a incumbência de acompanhar o transporte do cadáver da imperatriz Isabel, que falecera em Toledo, ao local onde se daria o sepultamento.

O transporte foi longo, demorando 15 dias até chegar em Granada. No momento de sepultar a imperatriz, exigia-se que fosse aberto o caixão para que cadáver fosse reconhecido.

Isabel, que fora admirada por sua deslumbrante beleza, estava reduzida a podridão. Diante daquela cena chocante, Francisco foi tocado pela graça: compreendeu a ilusão de toda a glória mundana, e decidiu que se algum dia enviuvasse, consagraria sua vida inteiramente a Deus.

E isso aconteceu: tornou-se viúvo de Eleonora aos 40 anos de idade. Em 1546, renunciando a todos os seus títulos e bens, ingressou na Companhia de Jesus como filho espiritual de Santo Inácio de Loyola, tornando-se, depois, superior geral dessa família religiosa.

Oração de São Francisco Borja: Dai-nos, Senhor, por vossa imensa misericórdia, a graça da perseverança e da constância nas coisas do alto. Por Cristo, nosso Senhor, amém. São Francisco Borja, rogai por nós.

Devoção: Aos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola

Padroeiro: Dos pais

Outros santos do dia: São Paulino de York, Confessor, Maria Soledade (fund); Tomás de Vilanova (bispo); Eulâmpio e Eulânpia (virgem); (irs); Claro (bispo); Venâncio, Daniel, Samuel, Ángelo, Leão, Nicolau, Hugolino, Gereção, Alderico, Basiano, Vitor, Cássio e Florêncio (márts); Pinito, Paulino, Cerbônio (bispo); Teófilo (monge); Zacarias (conf), São Gereão.