São João da Cruz

sao_joao_cruzDia 05 de Março

História: São José da Cruz ingressou na Ordem de São Pedro de Alcântara por sentir que por esses ordem chegaria muito mais próximo ao Céu.

Fugiu das dignidades eclesiásticas e levou uma vida eremítica para se exercitar unicamente na penitência e na oração, tal o fundador de sua congregação. Era profundamente austro, comia pouco e uma só vez ao sai, dormi apoucas horas, levantando-se a meia noite para agradecer a Deus pelo novo dia.

Em 1647 foi enviado para fundar um convento em Ávila, em Piemonte. Juntou pedras com suas próprias mãos, usou cal e madeira e com um enxadão fez os alicerces. Não tinha ninguém para ajudá-lo. O povo começou a achar que ele era louco mas logo perceberam que estavam errado e começaram a prestar-lhe ajuda, de forma que um grande convento foi edificado em poucos tempo.

Em 1702 foi nomeado vigário provincial da Reforma de São Pedro de Alcântara na Itália e a ordem, abençoada por Deus, desceu de Norte a Sul, adquirindo um bem espiritual tão grande que chegou ao Vaticano.

João José da Cruz viveu até 85 anos de idade e na última etapa de sua vida foi favorecido com o dom de fazer milagres. De todo Piemonte vinham ao Convento de Ávila numerosas caravanas que se tivessem fé e merecimentos eram curadas. O santo foi beatificado em 17989 e canonizado em 1839,no centenário de sua morte.

Oração: São José da Cruz, vós que edificastes com vossas próprias mãos em uma obediência incontestável dá-nos este grande dom de dizer sempre “sim” à vontade de Deus, mesmo em meio às nossas dificuldades. Que vivamos toda nossa vida em conformidade aos desígnios de Nosso Senhor para que um dia possamos estar juntos num só único louvor a Quem que nos criou unicamente para sermos santos. Por Cristo nosso Senhor. Amém.

Devoção: A desaparecer para que só Jesus fosse louvado

Padroeiro: Dos que desejam obter o dom da obediência

Outros Santos: Santa àgata (protetora contra incêndios); Focas, Eusébio, Adriano (mártires); Gerásimo (erem); João José da Cruz (conf); Oliva (virgem e márt); Gregório, Teófilo, Vigílio e Ciarão de Saighir (bispos).

 

CategoriasSem categoria