São Martinho I

Dia 13 de abril

História: A extrema eficiência, sua capacidade incomodava a muitos invejosos, o que o levava a um grande sofrimento emocional. No século VII São Martinho I foi eleito Papa.

Inteligentíssimo e profundamente caridoso, trabalhava duramente combatendo o monotelismo (que Cristo tinha sentimentos humanos) heresia citada pelo Imperador Constante II: Cristo foi Homem mas exceto no pecado.

O imperador irritou-se com São Martinho, o Papa, e mandou prendê-lo, condenando ao exílio numa ilha distante. Durante a viagem de três meses a Constantinopla, São Martinho sofreu os piores tratamentos possíveis, frio, fome, sede e nem água para se lavar.

Estenderam-no em uma cama em rua pública para que recebesse insultos d povo durante o dia inteiro, antes de ser fechado na prisão. Mesmo assim Martinho dizia: “Deus a tudo vê e eu confio n’Ele”.

Confinaram-no em uma cela para que ficasse até morrer. Mas muitos intercederam por ele e acabou sendo transportado para o exílio em Quersoneso, na Criméia. Enfraquecido, como um mendigo dos mais pobres, conseguiu sobreviver apenas mais quatro meses.

Durante seus últimos dias ainda conseguiu escrever sobre a ingratidão dos romanos por quem tinha rezado fervorosamente para que se mantivessem na fé.

E outra frase; “Façam de mim o que quiserem; qualquer morte será para mim, um benefício”… “Surpreendeu-me a falta de compreensão e de compaixão de todos os que antes me pertenciam e de meus amigos e parentes, os quais se esqueceram de minha desgraça de um modo completo…” Porém a todos que se mostraram solidários, que o Deus excelso vos proteja de toda tentação com Sua mão poderosa e vos salve para seu reino”.

Oração de São Martinho I: Ó Deus que destes ao Vosso Servo, S. Martinho I a Graça da fidelidade, até o fim de sua vida, concedei-me ser sempre perseverante e fiel a Vos e a Santa Igreja e concedei-me, por sua intercessão, a Graça que vos peço.Por Cristo Jesus. Amém.

Devoção: À fidelidade total a Jesus Cristo

Padroeiro: Dos que sofrem ingratidão

Outros Santos do dia: Hermenegildo, Eugênia de Córdoba, (mártires); Carpo (bispo); Pápito (diác); Agatônica, Agatadoro, Eleutério, Zoito e Teodósio(mártires); Uso (bispo) Márcio, Quintiliano.